Outubro Rosa: Saiba como se prevenir do câncer de mama

Oct 17 / Ricardo Pereira

Outubro Rosa: Saiba como se prevenir do câncer de mama

Chega o mês de Outubro e com ele muitas mensagens em todos os lugares falando do Outubro Rosa. Mas você sabe o que o Outubro Rosa significa?
Esta campanha nasceu em 1990 como uma forma de conscientizar as mulheres a fazer mais exames de prevenção, inclusive o autoexame e a mamografia que são importantes aliados na detecção precoce da doença.

Todos os anos no mês de Outubro a mídia e os meios de comunicação se esforçam para reforçar a necessidade da prevenção da doença, muitas pessoas morrem todos os anos (sim, homens também podem ter câncer de mama) ou no caso das mulheres, perdem a mama completamente por descobrirem a doença tardiamente.

Embora o movimento tenha começado nos anos 90 nos Estados Unidos, no Brasil ela somente passou a ser apoiada pelo INCA – Instituto Nacional do Câncer a partir de 2010. Desde então o Instituto tem promovidos eventos e debate, além de cartilhas e materiais para disseminar o tema com o foco sempre em prevenção.

Existem vários tipos de câncer de mama, mas a maioria deles não costuma evoluir de forma agressiva, ou seja, diagnosticado com antecedência o tratamento responde muito bem e a cura pode vir de forma rápida.

Alguns sintomas são muito sutis e outros mais notórios, os principais são:

    • Vermelhidão ou mudança no mamilo
    • Nódulo, que pode aparecer não somente na mama, como no pescoço ou axilas
    • Saída de líquido do mamilo
    • Endurecimento ou mudança na pele (retração ou aparência de casca de laranja)

Para identificar estes sintomas podemos usar uma variedade de exames que hoje estão disponíveis na rede de saúde dentre eles a mamografia, a ultrassonografia, a ressonância magnética e o exame clínico das mamas. O exame clínico, inclusive pode ser realizado em casa pela própria mulher, isso é o que chamamos de autoexame das mamas.

O autoexame para a prevenção do câncer de mama é muito eficiente e muito simples também de ser realizado. É o mais recomendado como ponto de partida para a detecção inicial de qualquer mulher porque é acessível e não depende de acesso a exames etc.

Como fazer o autoexame das mamas?

Em pé em frente ao espelho observe se suas mamas apresentam qualquer alteração, na pele ou no mamilo, levante e abaixe os braços e verifique se existe algum incomum.
- Apalpe os seios em pé fazendo movimentos circulares nas mamas, mamilos e axilas para ver se existe algum nódulo, pressione os mamilos para ver se sai algum líquido, faça o mesmo procedimento deitada, as vezes a sensibilidade aumenta nesta posição.
Ao observar a presença de qualquer sintoma não hesite em consultar o médico ainda que nada se confirme e que seja apenas uma suspeita é melhor se prevenir e quanto antes melhor.

E como funciona a mamografia?

Até os 40 anos o exame de imagem mais recomendado pelos ginecologistas é a ultrassonografia mamária. Após esta idade os médicos costumam pedir o exame da mamografia anual para as mulheres. 
Claro que a frequência muda conforme haja histórico de câncer de mama na família. Geralmente as mulheres não gostam de fazer este exame porque usa um mamógrafo que aperta os seios gerando um incomodo, mas nada que seja pior do que ter um câncer tardiamente detectado.
A mamografia é um exame simples e deve sim ser realizado sempre que solicitado pelo médico, pois através das imagens é possível enxergar nódulos mais profundos ou alterações que o autoexame não tenha detectado ou que não esteja tão visível ainda.
Ambos exames se completam e devem ser feitos como forma de prever esta doença, portanto, cuide-se e se conheça, quanto mais cedo melhor e principalmente incentive outras mulheres a se cuidarem, feliz Outubro Rosa para todas as mulheres.

Desenvolvemos cursos sob medida para empresas!

Created with